DÚVIDAS FREQUENTES

Respostas às perguntas mais frequentes a respeito do trabalho da Base Viva

Qual a frequência ideal (presença), caso eu opte por realizar o treinamento físico na Base Viva?

O ideal é que se inicie os treinamentos com uma frequência semanal que caiba na sua agenda. Ou seja, é fundamental que a frequência seja regular, independente do objetivo. O mais importante é seu o envolvimento e comprometimento. Isso fará com que sua a dedicação e desempenho sejam altos. Além disso, estudos mostram que a relação entre quantidade de treinos por semana e resultado é individual (genética, individualidade biológica) e também depende de outros fatores, como boa alimentação e quantidade suficiente de horas de sono. Observamos que, nesse contexto, temos resultados expressivos a partir de 2 sessões por semana.

Qual a frequência ideal (presença), caso eu opte por praticar o Pilates na Base Viva?

Podemos seguir o mesmo raciocínio da resposta anterior. Porém, com a prática de Pilates, temos algumas capacidades físicas que são mais exploradas, como flexibilidade, mobilidade, equilíbrio, resistência muscular além do controle de movimento e da respiração. Observamos que 2 sessões por semana permitem resultados expressivos para tal.

Como funciona o trabalho multidisciplinar da Base Viva?

A Base Viva conta com uma equipe de educadores físicos, nutricionistas e fisioterapeutas. Quando identificada a necessidade de realizar-se um trabalho em conjunto - quando temos, por exemplo, uma pessoa que apresente dores articulares ou nos foi encaminhada por um médico ortopedista - ela pode ser passar pela fisioterapia, ser avaliada e até mesmo realizar algumas sessões, caso seja necessário. A partir da "alta", ela será dirigida para a área mais indicada - treinamento físico, por exemplo - segundo o seu propósito e objetivo específicos. Assim, o profissional de fisioterapia comunica-se com o educador físico. Acreditamos que a relação multidisciplinar é a melhor prática para um trabalho seguro e eficiente, pois sua orientação é abrangente, eficiente e permite a interação de especialistas no assunto.

O que significa um trabalho individual e personalizado para a Base Viva?

Individual refere-se ao fato de termos um profissional para cada aluno. Nas dependências da Base Viva, atendemos a apenas duas pessoas no mesmo horário. E cada uma delas é acompanhada por um profissional, sempre! É personalizado, pois não segue um protocolo de exercícios. A Base Viva possui sua própria metodologia, esta apoiada sob ampla avaliação do cliente, com respeito aos seus objetivos, necessidades, características, rotina e orientações médicas ou de um dos profissionais da equipe.

Como funciona o agendamento das aulas na Base Viva?

As aulas são previamente agendadas dentro de uma periodicidade semanal (1, 2 ou 3 sessões por semana). Vamos usar como exemplo 2 sessões por semana. Definida a quantidade de sessões semanais, iremos escolher os dias e horários. Para esse exemplo, vamos usar segundas e quintas-feiras, no horário das 17h. Feita a escolha, os horários serão reservados, dentro do período escolhido, que pode ser de 1 mês, 4 meses, 8 meses ou 1 ano.

Posso treinar mais que 3 sessões por semana, se desejar, na Base Viva?

Sim. Nesse caso, a Base Viva faz um cálculo de proporção de valores, e esses valores são acrecidos ao seu plano atual (de 3 sessões por semana).

Na Base Viva, temos as opções de planos de 1 mês (mensal), 4 meses (quadrimensal), 8 meses (octomestral) e 12 meses (anual). Por que?

Os planos têm por objetivo facilitar o compromisso que o cliente tem (e assume) consigo mesmo, e favorece a adesão à pratica regular de exercícios físicos. A variação de tempo é idealizada, segundo as indicações abaixo:
Plano Mensal (1 mês): para pessoas que desejam conhecer melhor o trabalho e que não gostam de assumir compromissos a longo prazo ou que viajam muito.
Plano Quadrimestral (4 meses): para quem tem objetivos pontuais (a curto prazo) e buscam por aprimoramento; para pessoas que viajam com certa frequência a trabalho e ficam fora muito tempo.
Plano Octomestral e Anual (8 e 12 meses): para pessoas que estão interessadas em promover grandes mudanças em seus hábitos de vida através da prática regular e orientada de exercícios físicos; para pessoas que não viajam com frequência por longos períodos a trabalho.

Como funciona, na Base Viva, o sistema de reposição de aulas?

As faltas comunicadas "em cima da hora" - momentos antes do início da atividade - não podem ser compensadas. Quando ocorre a falta por motivo de força maior, a compensação fica associada à disponibilidade da agenda da Base Viva, e pode acontecer dentro do mês que ocorreu. As faltas não são acumulativas e lançadas como crédito no decorrer do plano. Em caso de viagem (de 1 a 4 semanas), a compensação ocorre no decorrer do plano, através de sessões extras, até a equiparação das aulas do mês. Ou, no final da vigência do plano, gera-se um mês de crédito ao cliente.

Qual é a diferença dos serviços de assessoria e suporte (para corrida e treinamento físico resistido) dos demais serviços da Base Viva?

A principal diferença é que esses serviços têm um acompanhamento realizado através de planilhas. As orientações são executadas pelo cliente, fora da Base Viva. No caso da atividade de corrida, o acompanhamento acontece em grupos (de até 8 pessoas) e os encontros são feitos no Ginásio Esportivo do Bolão (Jundiaí/SP). Já o treinamento resistido acontece nas dependências da Base Viva. Ambos possuem aulas ou acompanhamento presencial a cada 15 dias, com o intuito de ajustar cargas, postura, técnicas e esclarecer dúvidas. Ambos são indicados para quem deseja ter mais flexibilidade para realizar seus treinos. Para mais detalhes, acesse o minisite

 

Agendamento

Preenche os campos abaixo e agende sua aula experimental na Base Viva: